quarta-feira, 15 de julho de 2015

Bound by Honor.

Bati-me de repente com esse livro.
Passou despercebido no primeiro momento e talvez no segundo, mas no terceiro eu decidi dar uma leve espiada. E foi quase como cair em um buraco negro.
É o primeiro de uma série chamada Born in Blood Mafia e tem tudo para ser uma explosão por aqui. Segurem seus escudos e tomem o máximo de fôlego que conseguirem.   

Livro: Bound by Honor.
Autora: Cora Reilly.
Editora: CreateSpace Independent
Páginas: 322
Sinopse: Nascida no seio de uma das mais importantes família da máfia de Chicago, Aria Scuderi luta para encontrar seu próprio caminho num mundo onde opções não são oferecidas. Aria tinha apenas quinze anos quando seus pais a prometeram a Luca – O Cruel – Vitiello, o mais velho dos filhos do chefe da Cosa Nostra em Nova York, para garantir a paz entre as duas famílias.Agora, aos dezoito anos, o dia pelo qual Aria esteve temendo por anos está se aproximando perigosamente: seu casamento com Luca.Aria está aterrorizada de se casar com um homem que mal conhece, especialmente alguém como Luca, que conseguiu seu apelido, “O Cruel”, esmagando a garganta de um homem apenas com as mãos. Luca pode ser um dos homens mais cobiçados de Nova York por sua boa aparência, riqueza e carisma predador, mas as garotas da sociedade nova-iorquina que se jogam em cima dele não sabem o que Aria sabe: que a aura de bad boy não é apenas um jogo; sangue e morte se escondem sob os impressionando olhos cinzentos e sorriso arrogante de Luca.No mundo dela, um exterior bonito geralmente esconde um monstro; um monstro que pode facilmente tanto matar quanto beijar você.O único jeito de escapar do casamento com Luca seria fugir e deixar tudo que ela já conheceu para trás, mas Aria não pode suportar o pensamento de nunca mais ver sua família outra vez.Apesar do seu medo, ela decide ir em frente com o casamento; Aria cresceu entre predadores como Luca, e ela sabe que até mesmo os bastardos com o coração mais frio possuem um coração, e ela tem toda a intenção de trabalhar o seu caminho até o de Luca.

O mundo da máfia sempre me soou curioso.
A querida Cora Reilly o fez cru e sombrio em seus livros. Nessa ordem.
Eu odiei amar tanto esse livro. Passei por um processo semelhante à quarentena até tê-lo terminado. Ainda estou de ressaca. Ainda não superei. Aqui vai o por quê...


Aria Scuderi nasceu na Família Outfit, em um berço bem decorado em Chicago, e desde cedo em suas mãos ela já tinha sangue. É muito fácil odiar seu pai, é um homem que se importa somente consigo mesmo e os negócios, sua mãe... Bem, odiar um poste nunca foi tão fácil.
A família que Aria tem, na verdade, são seus irmãos mais novos. A impulsiva Gianna, a vulnerável Liliana e o caçulinha mais sincero de todos: Fabiano.

Não deveria ser surpresa quando o pai de Aria faz um casamento arranjado para a filha, mas é. Com o objetivo de fortalecer as Famílias do país contra inimigos que estão cada vez mais fortes. Sua primogênita foi prometida não somente para uma das Famílias de Nova York, a Cosa Nostra, mas para o futuro Capo mais perigoso de todos: Luca (O Cruel) Vitiello.

O mesmo que matou seu primeiro homem aos nove anos, a primeira de... Incontáveis mortes. Uma delas, inclusive, esmagando a garganta de um homem com as próprias mãos.
Quem. Iria. Casar. A. Filha. Com. Um. Homem. Assim?
=>Caro senhor pai da Aria.
Quem. Iria. Aceitar. Isso. Com. Submissão?
=>A própria Aria.

É justamente por isso que esse livro me deixou em migalhas. Meus livros favoritos são protagonizados por mocinhas fortes, que sabem a hora de cair em amargura, mas não sucumbem tão fácil um desejo que a faz miserável.
Aria poderia fugir, mas seria caçada em seguida, isso é o que ela sempre fala no livro. Essa é a sua desculpa. E é pensando nisso que ela tenta fazer o casamento odioso dar certo, ao menos amigável.
Amigável  não é um termo comum em casamento entre Famílias de máfias. Só há um único problema: Aria quer as coisas devagar e Luca desconhece essa palavra.

Não me entendam mal, eu amei ler esse livro (ao mesmo tempo que odiei um pouquinho). É praticamente impossível não se viciar nele e desejá-lo ler o mais rápido possível. É dramático e picante numa medida assustadora. A forma como a Cora escreve te deixa tão... Presa, sem espaço para pagar fiança. Li todo em um fôlego só. Luca é um personagem curioso, que te deixa de olhos brilhando para conhecê-lo um pouquinho mais é como experimentar o melhor chocolate e querer só um pedacinho.

Procurei, mas não encontrei nenhuma editora brasileira que tenha interesse em publicá-lo aqui no Brasil. Ainda. Não duvido que já já Born in Mafia estoure por aqui. O próximo livro é Bound by Duty, com Valentina (vamos marcar um chá das 5) e Dante (me chama para qualquer lugar).

Todos os livros da série. 
Trecho favorito: 
-Nascer em nosso mundo significa nascer com sangue nas mãos. A cada respiração que tomamos, o pecado é gravado mais profundamente em nossa pele. (...) Há poucas coisas boas em nosso mundo, Luca, e se você encontrar uma, você se agarra a ela com toda sua força.
4/5

4 comentários:

  1. Oi sabe me dizer se vai rolar um filme sobre esses livros.ficarei agradecida se puder me responder.obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luana, que eu saiba, não terá não.
      Andei procurando pelo facebook da autora e não houve nenhuma notícia sobre.

      Excluir
  2. Não existe o livro fisico em português?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que eu saiba, ainda não teve nenhuma editora brasileira que se pronunciou para adquirir os direitos dele por aqui :(

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2013 | Design e C�digo: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal